WHO IS SHE?

Do luxo ao lixo.

Miniatura no estado original, 09 de Setembro de 2018, e depois da limpeza

Mês passado passeei em SP e comprei uma lembrancinha - um retrato em miniatura achado numa garagem do Bixiga. Apesar de velha e suja, vi qualidade na peça. Ainda mais comparada com as tranqueiras que eu vi por lá:

Um mês depois, curioso pra olhar a pintura de perto, fui abrir a peça - Queria saber se era uma antiguidade ou tranqueira de 1920-40. Se era uma “francesa genérica” ou se era uma francesa de original. E daí começou uma tour no Instagram. Foi legal, recebi dicas e feedbacks, e salvei tudo num destaque “who is she?”.


Abertura e Limpeza/Opening and Cleaning

O verso do quadro tinha um papelão pregado que não fazia parte do conjunto. Removi. Por baixo dele, o fundo original, de jornal. Na frente a redoma é de vidro, a miniatura pintada em osso. Limpei a moldura e o vidro com microfibra, e tirei a poeira da mulher usando um pincel seco.


Moldura e Fundo/Frame and Back

A miniatura foi pintada em osso, e a redoma que a cobre é de vidro, então supus que a moldura, se original, também foi feita com material bom, e não plástico.

Achei vários sinais de que a miniatura não é coisa do nosso século, com a confirmação no verso:

O jornal colado no verso da miniatura é o Clef du cabinet des princes de l'Europe, escaneado e arquivado pela Biblioteca Nacional de Luxemburgo Online. Luxemburgo é um país vizinho da França. Combinou com a cara de francesa dela.

Europa nos 1700s/18th Century Europe

Alem do titulo completo, dava pra ler um pouco da data do jornal - Décembre ___6., e o número das páginas 422 e 4__. Pesquisei as edições de Dezembro das décadas terminadas em 6, e achei as correspondências em na edição de Dezembro de 1756. O jornal/folhetim consistia de noticias sobre politica e tambem fofocas de época, o que deu uma dica pra procedência e círculo social da mulher no retrato.

GGE.me-MMEBACK.gif

Daí passei a tentar traduzir um papel que acompanhava a pintura, uma etiqueta, com uns rabiscos. Suspeitei que o nome e data foram escritos recente, porque parecem de lapiseira, talvez só uma notinha dizendo quem é o dono do retrato, como em primeiras páginas de livro. Mas aí pesquisei e aprendi que lapiseiras já existiam nos 1750, então “Madame Sophie” e “1779” pareciam apontar pra identidade da própria.


Modas/Fashion

A primeira coisa que me passou na cabeça quando eu vi a miniatura na garagem foi que ela era a cara das princesas do MASP, pintadas pelo Nattier. Se eu não comprei uma francesa, comprei alguém com cara de francesa. Francesíssima.

Mesmo cabelo, mesmas modas. Por causa da cara e do jeito dela, concluí que se era um retrato de socialite, ela não era austríaca, escandinava, alemã e nem russa. O jornal de Luxemburgo no verso e o nome Sophie escrito em anexo confirmaram o óbvio.

Logo depois de descobrir essa “Madame Sophie”, um amiguinho disse que googleando “Madame Sophie 1779” saía uma dona com a mesma cara e pose da miniatura. Fui conferir e -surpresa!, era praticamente uma xerox das princesas do MASP porque foi irmã delas!

Madame_Sophie_de_France_en_vestale_(après_1748).jpg

Sofia de França, filha de Luís XV de França. Também pintada por Nattier.

Signature_of_Princess_Sophie_(Philippine_Élisabeth_Justine)_of_France,_Madame_Sophie_in_1753_at_the_marriage_of_the_Prince_of_Condé.png

Sophie tem uns poucos parágrafos na Wikipedia, os editores resumindo que a fia nasceu e ninguém viu, morreu e ninguém deu falta. Tudo faz sentido. Tão esquecida pela história que terminou numa garagem em SP, e não no museu junto com as outras. Agora a acolho em minha humilde residência.

THIAGO

@thgrch

Enquanto eu tava pintando os broches da Linn, pensei no meu amigo Thiago e ofereci deu fazer um broche pra ele. O Thiago é a melhor pessoa que conheci na região (sul-fluminense), e quem me apresentou a marca Cacete Company.

Além dessas artes que rendemos, a gay também tem os seus corres - recente, foi premiada no circuito LGBT com o mini doc “Bicha Preta”. Fica o link pra quem quiser um insight pros nossos lados do Brasil:

LINN DA QUEBRADA

Glitter na travesty

Quando a Linn postou umas fotos bafo na piscina, fiquei animado pra começar uma nova série de broches, dessa vez com glitter. Super ornou na minha cabeça, daí comecei a executar.

Terminado o primeiro, que eu já ia mandar pra Linn, ela gostou tanto que repostou e me encomendou +3. Quando a mana não só curte, mas também se dispõe a pagar pela arte, fico até comovido.

Desenhar, pintar, montar e envernizar os broches, tomando cuidado pra que eles saiam idênticos, é mó pressão - felizmente desses 10 eu só caguei em 1, que tive que começar do zero depois de errar no último passo.

Essa série foi feita com um carinho especial porque a própria Linn foi a primeira pessoa que me comprou uma miniatura, no ano passado. Uma bunda marronzinha, que na época achei “a cara dela”.

Agora a Linn e cia vão embarcar pra Europa pra uma tour, e espero que os broches cheguem na mão dela até lá. Com eles vão meus desejos de muita sorte e muito sucesso.

@reisfeldt

3x4

IMG_20180331_165124964.png

@reisfeldt chegou pra comprar um broche @duococum, mas conversamos um pouquinho e acertamos de fazer um novo design - um retrato. Me mandou duas fotos, e fiz uma simulação pra ter certeza de que podia rolar:

GGE.me-REISFELDT.gif.gif

Meu prazo foi até o fim do mês, e nesse meio tempo pintei três versões - a primeira pra testar o design e o verniz, a segunda que saiu boa mas não tanto pra eu entregar, e a terceira que ficou 100%. Enviei a primeira e a última versão pra ele.

Os registros na minha história do Insta foram divididos entre meu Samsung A8+ e iPad. Ainda preciso ajustar as configurações de câmera e cor pra chegar mais perto da realidade - tudo é mais bonito e vibrante ao vivo. Com o tempo me ajeito. Até lá, aceito novas encomendas.

GGE.me x DUOCOCUM

Amigas sem censura.

Meu amigo @schimou resolveu abrir uma conta +18 no Insta pra postar umas sacanagens e começar uma marca. Segui na hora. Daí esses tempos vi essa foto, e resolvi me envolver pintando uns broches celebrando nossa amizade e essa bunda.

I've been following @schimou 18+ IG account @duococum, which is a trip (and a brand). So when I came across a pic of a recent sexcapade of his, I decided to paint some brooches out of it - to celebrate both my friend and this glorious ass.

IMG_1491.PNG

Nas ultimas 2 semanas eu pintei em meu tempo livre (e umas horas durante o trabalho) e postei os progressos nas Stories do meu Insta. Agora terminei 9 broches, que estou vendendo por R$90. Se não vender todos na próxima semana, vou usar o que eu tiver na mão pra abrir uma lojinha no Etsy.

For the last 2 weeks I've been painting in my free time (and sometimes, at my day job) and posting the progress on my IG stories. I just finished 9 brooches, wich I'm selling via Instagram for $35 each. If I don't sell out in the next couple weeks, I'll use them to open an Etsy account.

Bong Guy

#420

Demorei, mas terminei: o boy e o bong - Quiçá, mais bong que boy: caprichei no detalhe e saiu uma quase natureza morta, metade linhas metade pintura. Foi bom pra treinar umas técnicas.

This took me a while, but I'm happy with this - I especially love the glass bong, half drawing and half painting, almost like a still life. It's good practice for now.

GGE-BONG-GUY.gif

Como a idéia era #420, depois de desenhar fui fazer fumaça no Photoshop e After Effects.

To give this guy some #420 jush, I built some smoke effects on Photoshop and After Effects.

Acima a imagem sem fumaça, com todos os detalhes - alguns deles emprestados dos mestres: crucifixo dOs Embaixadores do Holbein, panejamento de uma Santa Barbara de Memling.

Above is the smoke-free image. Some details are borrowed from my faves: the crucifix is from Holbein's Ambassadors, and the brocade is from Memling's St John Altarpiece.

#boldboy Fernando

DIY model

Fiz essa ilustra pros meninos da Bold Strap - estamos conversando e vendo no que posso ser útil. Desenhei metade no iPad, metade no PaintToolSai, com ajustes no Photoshop. A ideia foi uma imagem pra acompanhar texto de como lavar/cuidar/guardar suas jockstraps.

Conforme fomos falando e fui pegando as manhas do iPad, fiz duas figuras e um monte de jocks avulsas. Daí juntei tudo numa ilustração completa. O legal foi que nem usei todas as jockstraps, mas como fiz os elementos separados dá até pra reciclar em outros lances.

O boy do desenho é um de meus Sims, Fernando, feito no The Sims 4. Sempre que jogo to dando uns prints bafo pensando em transformar em ilustração, mas só animei a desenhar agora, direto no iPad. Claro que sai tudo quadrado e genérico, mas já é uma base boa.

GGE.me - TS4F01G.gif

DIY modelo, styling, cenário, iluminação, fotografia, direção de arte e ilustração, okay?

GGE.me - TS4F02.png
GGE.me - TS4F02G.gif

O desenho foi pro blog da Bold na sessão VIP - Bold Social Club, que é uma nova área do site onde fica o conteúdo que é barrado no Insta e diferente do shop. Fazendo o registro via email ou face, dá pra ver outtakes, boys, e todo um forum que tá começando por lá: boldstrap.com

Bed Guy

a DIY Instagram Model

This is my second go at illustrating in iPad Pro - it's a portfolio piece for Bold Strap, a jockstrap/sex gear brand based in São Paulo. This is me trying to sell the idea of having art in their IG feed and making the most of the iPad as a drawing tool.

  Late May begginings. Some videos of the progress are filed in my  Instagram Stories .

Late May begginings. Some videos of the progress are filed in my Instagram Stories.

I made 3 versions of the guy: two wearing a jockstrap-thong in black and white, and one in the nude. The jocks are a new Bold design, coming out next month. The nakedness is for my own personal amusement. And yours. Click to enlarge: