CALORE

Drama, suor e lágrimas num calor dos infernos.

Os dois primeiros lekes foram baseados em ilustrações e referências que eu tinha começado e nunca terminei. Vendo como eles ficaram à mão, até me animei a terminar tudo no digital, mas vai ficar pra outra hora. Depois desses 2, que já arranjaram donos, aproveitei para pintar um terceiro. Afinal, o calor não vai embora tão cedo né.

Lembrando de uma idéia antiga, decidi por um outro modelo de leque. Queria pintar em ouro, e queria drama, suor e lágrimas; porque nesse calor dos diabos não dá pra ser feliz. Parti da palavra "CALORE": Desenhei e colori pensando em esculturas sacras, mais especificamente, alemãs em madeira, italianizadas pelos 1600 da vida.

A photo posted by IZM SANMA (@izmsanma) on

A photo posted by IZM SANMA (@izmsanma) on

Drama.

E já que estamos num Inferno, uns chifrinhos dariam um toque especial pra composição, daí segui direto do começo ao fim cheio das certezas, terminando do jeito que eu queria - renascentista pop, haha. Esse é o verso do leque, iluminado por trás, com a transparência do papel simulando o efeito do teatro de sombras oriental. 

A photo posted by IZM SANMA (@izmsanma) on

Construí uma imagem nesse mood, que funcionou super bem. E nesse embalo aproveitei e brinquei com estilos diferentes, because why not? O "vaporwave" foi bem recebido pelo povo, o que me dá idéias para futuras artes.

A photo posted by IZM SANMA (@izmsanma) on

A photo posted by IZM SANMA (@izmsanma) on

O layout e as cores desse leque já estavam definidos desde o começo, então consegui fazer Snaps do progresso da pintura, entretido com o último episódio do podcast The Read. Enquanto eu providencio as novas fotos, fiquem aí com o progresso do Snapchat: